Reforma da Previdência deve alterar tempo de contribuição para aposentadoria

O segundo turno para votação do texto referente a Reforma da Previdência acontecerá em agosto, entre os dias 5 e 8. Na última assembléia realizada na Câmara dos Deputados, as medidas foram aprovadas por 379 votos. Dentre as mudanças, estão as regras da aposentadoria por tempo de contribuição.

De acordo com a proposta, os trabalhadores privados deverão cumprir no mínimo 15 anos de contribuição para mulheres e pelo menos 20 anos para os homens que começarão a contribuir. Os homens que já estão na ativa, devem cumprir 15 anos.

Para os servidores públicos, o mínimo é de 25 anos de contribuição para homens e mulheres. Sendo 10 anos de serviço público e 5 no cargo. Nos dois casos de trabalho, a idade mínima é de 62 anos para o público feminino e 65 anos para o masculino.


publicidade:

Além dessas medidas, o texto também prevê mudanças mais brandas para professores e policiais. As mulheres que atuam na edução precisam ter 57 anos e no mínimo 25 anos de contribuição para requerer a aposentadoria. Os homens, poderão se aposentar com 60 anos e também 25 anos de pagamento a previdência.

Os policiais militares, civis, federais, agentes penitenciários e legislativos, devem ter no mínimo 55 anos de idade, independente do sexo. E 25 anos exercendo o ofício, mais 5 anos como contribuintes.

Em todos os casos, essas fórmulas e regras garantem que os trabalhadores recebam pelo menos 60% do valor que lhes é de direito. A cada ano trabalhado são acrescentados 2% no recebimento, para então chegar aos 100% da aposentadoria.
31 de julho de 2019

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4
Total de Votos: 1

Reforma da Previdência deve alterar tempo de contribuição para aposentadoria

publicidade:


Leave a Reply