Retirada do FGTS será de até R$500 por conta

A proposta foi anunciada na última quarta feira (24) pelo Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O ministro também afirmou que o presidente Jair Bolsonaro assinou a Medida Provisória no mesmo dia.

O presidente Jair Bolsonaro, juntamente com os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e o ministro da Economia, Paulo Guedes. Decidiram limitar o valor por saque do FGTS para contas ativas ou inativas. A medida prevê a possibilidade do trabalhador retirar até R$500 por conta.

A Caixa Econômica Federal, por meio do seu presidente Pedro Guimarães, já havia se pronunciado em sinal de preocupação. Segundo Guimarães, liberar qualquer quantia para saque aumentaria a demanda de atendimento das agências. Logo, fracionar essa retirada seria o mais apropriado.


publicidade:

Todos os trabalhadores poderão recolher o recurso, mas vale dizer que o saque é opcional. O FGTS é um fundo criado para garantir a renda do trabalhador demitido sem justa causa, descontado todos os meses do salário bruto do funcionário.

Por isso, milhares de brasileiros podem ter contas inativas referente aos seus serviços anteriores. E conta ativas, do seu emprego atual. A ideia é que sejam retirados até R$500 por conta. Isso significa que se o cidadão tem duas contas inativas e uma conta ativa, por exemplo, poderá sacar R$1.500.

Lorenzoni disse ainda, que para os próximos anos podem haver mudanças nessas regras. Bolsonaro assinou a autorização de saque a partir de agosto de 2019 até março de 2020. As medidas serão anunciadas oficialmente em uma cerimônia no Palácio do Planalto.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Retirada do FGTS será de até R$500 por conta

publicidade:


Leave a Reply