Valor do PIS depende do tempo de serviço do trabalhador

O Programa de Integração Social (PIS) é um benefício concedido aos trabalhadores de iniciativa privada do país, que recebem ganho de até 2 salários mínimos mensais. A quantia paga de abono vai depender dos meses em que o trabalhador atou com carteira assinada no ano base.

Para o calendário de pagamento que tem início em 2019 e vai até junho de 2020, é considerado os dados cadastrados para o ano de 2018. O mínimo de atuação é de 30 dias, referente a 1 mês de serviço.

Além disso, o funcionário deve estar devidamente inscrito na declaração de RAIS feita pela empresa. Um documento que informa os trabalhadores registrados que receberam a quantia limite de 2 salários mínimos, equivalente a até R$1.996,00 por mês.


publicidade:

Os depósitos do PIS iniciaram no dia 25 de julho para os beneficiados que nasceram no mesmo mês. O saque é feito por meio do Cartão Cidadão, específico para o recebimento de benefícios. E por crédito na conta corrente dos agenciados.

A fórmula para definir a quantia a ser paga é bem simples. Quem trabalhou por 1 mês recebe 1/12 do valor do salário mínimo, que hoje é de R$998,00.

Aqueles que atuaram em 2018 por 2 meses recebem 2/12, por 3 meses 3/12 e assim em diante. O mínimo a ser recebido é de R$84,00 e o máximo é de 1 salário mínimo.
02 de agosto de 2019

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Valor do PIS depende do tempo de serviço do trabalhador

publicidade:


Leave a Reply